sexta-feira, 14 de agosto de 2015

(BEDA) Sobre o mal pressentimento e as bad vibes 14/31

Que eu sou pessimista, todos já sabem. Mas vocês sabem o que acarreta ser uma pessimista? Vocês tem ideia do quanto de ideia errada passa pela cabeça de uma pessoa que acha que vai dar tudo errado?

Nós, que sempre esperamos pelo pior que pode acontecer, estamos quase sempre acompanhados de um trocinho ruim, uma coisinha lá no fundo, um mal pressentimento, uma bad vibe.


Se alguma vez você foi pego pela minha rede de bad vibes, desculpa, não foi minha intenção. Na verdade, na maior parte do tempo eu tento entreter as pessoas e muitas vezes eu mesma acabo entretida, mas aí do mais total nada me vem aquele sentimento conhecido de "calma, ta tudo bem? Então já já algo vai dar errado".


Até onde consigo lembrar, sempre fui assim. Estou feliz e aí estou com esse pressentimento ruim, achando que alguma coisa errada vai acontecer e quase sempre sou levada por esse furacão de pessimismo. As coisas ruins que eu pressinto de fato acontecem? Não. O sentimento acaba? Não.

O que aprendemos sobre isso? Nada, desculpa. É só porque hoje eu estou com um mal pressentimento terrível e acho que foi a carta que eu escrevi para minha eu do futuro, sei lá, isso me abalou. 

Pera aí, vou ali e já volto mais feliz.
Ou não.

To tentando




10 comentários:

  1. Amiga, daqui aqui um abraço apertado e vamos resolver isso, que é terrível quando a gente fica navegando em sentimentos e hipóteses ruins, né??

    Eu te entendo, mas partiu tentar jogas as bad vibe pelo cano!

    Te amo! <3

    ResponderExcluir
  2. Eu tento não ser pessimista, mas às vezes simplesmente não dá. Como você mesma disse, quando tá tudo muito bom eu já fico me preparando pra merda que vai vir. Mas sabe como é, né? Melhor deixar um pé atrás, ajuda no equilíbrio. É sempre melhor pensar na quantidade de coisa boa que uma merda acarreta, vai ver espanta um pouco a bad.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Amiga, vem cá, me dá um abraço. Eu tento não ser pessimista, mas sou igualzinha na maior parte do tempo. Sua carta mexeu muito comigo, como eu disse, e o final dela foi o que mais doeu. Porque sei lá, tô aqui esperando que a vida seja melhor no futuro, mas eu não sei nem se vou estar viva? É péssimo ficar pensando nessas coisas.
    Por favor, vamos desapegar, vamos jogar essas vibes erradas pra longe porque a gente merece muito mais.

    te amo <3

    ResponderExcluir
  4. Ai Gab!
    Compartilho desse sentimento. Mas juro que tento ser positiva na maior parte do tempo, apesar de morrer de medo. Tenho ser grata pelo que tenho no momento, para o que vier não ser tão ruim assim, ser ok.
    Mas nem sempre funciona.

    Dá cá um abraço \Õ/
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Eu digo pra mim mesma que sou realista e não pessimista, mas não é minha culpa se eu penso nas hipóteses ruins.
    Não é minha culpa se eu tô planejando uma viagem pra março (que tem tudo pra ser linda e maravilhosa) e eu penso que vou ser demitida, ficar sem dinheiro, ou não vão me dar crédito no banco, ou não vou conseguir ingresso, ou não vou achar hostel bom, ou vou perder o voo, ou vai dar problema no avião, ou vou acabar tendo a mala extraviada na viagem ou ou ou e e e.
    É o tempo todo.
    É complicado.
    Mas são possibilidades, né?
    É difícil acostumar a mente pra não pensar assim, mas jamais serei uma pessoa positiva. Me conheço.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Eu tento ser realista, pensando no lado positivo e no negativo, mas acho que não sou pessimista, pois sempre que me pego pensando negativamente, mentalmente me mando mudar de pensamento.

    Se dá certo, daí já é outra história :(

    Beijo
    http://resenhandosonhos.com

    ResponderExcluir
  7. Eu to tentando mudar porque já me ferrei tanto na vida com meu pessimismo que afetou até minha saúde, e ai quando a gente leva umas furadas no hospital tenta ver a vida de um jeito mais bonito, MAS QUE A LINGUA COÇA PRA FALAR Ó LÁ DEU ERRADO, não posso negar.

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
  8. tbm sou super pessimista. Inclusive qdo tá tudo muito bem eu fico pensando "ok, isso vai dar merda de algum jeito" e fico triste esperando a parte ruim. Pq, né? Como lidar com gente assim? Bad vibes loves me. Talvez isso seja uma forma de me defender, pq se de fato tudo dá errado eu digo 'ahá, eu já sabia'.

    ResponderExcluir
  9. Amiga, te entendo tanto! Não consigo me considerar pessimista porque acho que sou do tipo que se prepara pro pior, mas sempre espera o melhor. No entanto, sei demais o que é entrar num vórtice de ideia errada DO NADA e não conseguir sair dele. Viajando pro casamento da Couth, não conseguia tirar o pressentimento de algum desastre aconteceria. Pensei que fossem assaltar o ônibus, pensei que o avião fosse cair, que algum desastre aconteceria em casa enquanto eu estivesse fora... Tipo, qual a necessidade disso, né? Essa semana mesmo estava bem de boas ouvindo música no ônibus quando pensei 'acho que vou ser assaltada no caminho pra aula' e fiquei louca desesperada, deletando coisas e pondo senha em tudo. Olha que maluca.

    Então abraço forte.
    Passa, sempre passa. E se Deus quiser, como sempre vai ser só um pressentimento ruim <3
    te amo!

    ResponderExcluir
  10. Amiga, vem cá que eu te abraço. Fica aqui pertinho de mim, porque eu sou a idiota que sempre acha que tudo vai dar certo (mesmo quando claramente não vai); então a gente pode trocar um pouquinho de vibes e chegar num equilíbrio saudável chamado realismo.

    Vei ficar tudo bem, eu te amo.

    ResponderExcluir