quarta-feira, 4 de junho de 2014

Sobre a vida, o café, a Coca Cola e tudo mais

Já faz algum tempo que meu estômago não anda lá grandes coisas. Nunca foi, na verdade. Sempre foi, digamos assim, sensível. Eu tenho refluxo (Dr. Drauzio explica). Enquanto todo mundo se gaba (?) dizendo que tem gastrite, eu me esbanjo contando que tenho refluxo. Esse tal de refluxo me "impede" de ingerir várias coisas. Impede entre aspas, porque nada no mundo vai me dizer o que posso ou não posso comer a não ser euzinha (e minha mãe).
E aí que eu como de tudo. Porque a segunda coisa que eu mais gosto de fazer é comer (a primeira é dormir, óbvio).
Claro que eu não me curei do refluxo comendo e bebendo enlouquecidamente. Ele ainda está aqui. E há algumas semanas resolveu dar o ar da graça, fazendo meu estômago arder como mármores do inferno e eu ter as piores ânsias de vômito do mundo. Resolvi, muito à força, repensar no que eu tenho comido. Resumindo: só coisas boas (porcarias né).
Me obrigando a ter uma vida mais saudável e menos sofrida nesse quesito, cheguei à conclusão de que são duas as coisas que mais alteram o humor do meu refluxo: o café e a Coca Cola.
Ora, amigos, não é à toa que o nome desse blog é Me paga uma Coca? e não Me paga uma água de cocô bem gelada e saudável? né?
Do meu vício, todos sabem, mas da minha força de vontade, poucos têm conhecimento. risos 
Seguindo a linha otimista da coisa achei que parando o café e a Coca Cola meu refluxo ficaria tranks e a vida seria melhor. Mas a quem eu quero enganar? Otimismo nunca foi meu forte e óbvio que no segundo dia eu já estava falhando miseravelmente.
O primeiro dia foi um desastre sem fim. Não bastando ser segunda-feira, eu estava gripada. Não bastando estar gripada, eu tinha essa maldita "meta" a cumprir. Por causa disso passei uma das piores manhãs de minha vida me arrastando pelos cantos e colando o canto dos olhos com fita adesiva para ficar acordada.
Ah, mas e o refluxo? Passou, né?
Óbvio que não. Tudo bem, mal dei tempo para ele perceber que as coisas poderiam melhorar, mas eu prezo pelas prioridades na minha vida. E uma delas é me manter acordada durante o dia para poder fazer minhas coisas.
Para todo refluxo há um Eno alivío já, né?
Prioridades, gente, prioridades...

                    the breakfast of champions

4 comentários:

  1. "Ora, amigos, não é à toa que o nome desse blog é Me paga uma Coca? e não Me paga uma água de cocô bem gelada e saudável? né?" HAHAHA, amiga!
    Eu fiz promessa, né. E tô até 1° de julho sem tomar coca-cola. Confesso que achei que seria pior???
    No cinema é mais dolorido. Da primeira vez quase não toquei no suco de uva. A pipoca pedia a coca-cola. Mas ontem mandei ver num pacotão de pipoca com um copo de 1L de suco de uva e olha, deu tudo certo! HAHAHA
    Enquanto dá pra levar com sal de frutas, manda a ver. Mas até que dá pra ficar sem a Coca! Beijos! <3

    ResponderExcluir
  2. Olá, meu nome é Taryne, e eu não tomo refrigerante desde o dia 13 de novembro de 2012. Não é fácil, morro de saudade de guaraná, mas garanto que é possível No cinema, eu peço suco de laranja. Dói mesmo é quando não tenho nada pra beber depois da pizza HAHAHAAHAHAHA

    Ai, amiga, tô desconfiada que tenho essa merda de refluxo. Fico me sentindo meio mal depois de café e certas comidas ¬¬ Espero estar enganada e espero que você fique melhorzinha <3

    Beijos!

    P.S: Amei esse gif HAHAHA

    ResponderExcluir
  3. Estou me teletransportando JÁ pra Porto Alegre pra te dar umas tamancadas no traseiro, dona Irala! Com tudo respeito pelo meu querido sogrinho, hehehehe.

    Eu sou muito neurótica. Muito. Neurótica. E gastrite é um dos traumas da minha vida, porque minha família inteira tem, e ansiedade é um trem que corre solto aqui na minha cabeça. Ou seja, receita de sucesso, né? Não ligo muito pra Coca Cola, mas sou louca por café, então meu maior medo é ter gastrite ou algum outro problema, como refluxo, que me afaste do café. As poucas vezes que senti dor no estômago de verdade foram traumatizantes o bastante pra que toda vez que eu sinto um ardorzinho que seja, eu já me forçar a ficar pelo menos uma semana sem café. Não é fácil, minha cabeça dói e só falto ter tique no olho, mas prefiro isso a ter que sofrer com uma abstinência mais drástica.

    Então, tu te informa e cuida com carinho desse refluxo, porque não quero ver Plan totalmente descaracterizada se nunca mais puder tomar Coca. Um dia depois do outro, sem metas malucas ou se cobrar demais. Super acredito em você <3
    beijoooss

    ResponderExcluir
  4. Não sou uma pessoa sensata para aconselhar nesse caso por ser uma viciada em Coca Cola assumida.
    Já escrevi cartas para ela no meu blog...
    E o que os leitores pensam de mim? "Ah, aquela louca que trata a Coca Cola como amante"

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir