segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Aquele estresse de embranquecer cabelos

Sempre ouvi as pessoas dizendo que tanto estresse as deixavam de cabelos brancos. Eu ria educadamente, porque achava que era modo de falar, uma brincadeira para enfatizar o nível de loucura na vida da pessoa.

Venho de uma família precoce nesse quesito. Minha mãe com 27 anos já pintava os cabelos, e minha irmã que nem 27 anos tem ainda, já pinta a, no mínimo, 2. Eu tenho 22, nunca pintei os cabelos. Um porque eu não tenho coragem e gosto muito da cor natural do meu cabelo e dois porque eu não preciso.
Só que lá de vez em quando surgem dois ou três fiozinhos cor-de-nuvem, que teimam em aparecer para me mostrar que está chegando a idade de me juntar a L'Oreal. Eu arranco, escondo e finjo que não aconteceu, que não foi comigo. 

Porém, nos últimos dias, eles têm voltado com uma força surpreendente, mostrando que são, sim, brasileiros, e que não se dão por vencidos. E aí que me surgiu a "teoria" de que o culpado disso talvez seja o estresse mesmo. 
Deus sabe o quanto eu já sou naturalmente estressada, mas nos últimos dias eu tenho me superado. Peguei oito cadeiras na faculdade, sou professora, vivo fazendo planos de aula, etc., etc., a ladainha todos já conhecem. E sempre que me olho no espelho, dou uma mexida na cabeleira para ver se ela se ajeita, lá vem o tal do fio branco me atormentar. E não sei, mas eles não estavam aqui nas minhas férias, por exemplo. Entendem? 
O que me leva a crer que de tão estressada, meu cabelos estão ficando brancos e essa é vida e vamos seguindo. 
Ou isso, ou eu me convencendo de que não, não estou ficando velha.

                       image

7 comentários:

  1. Ai, amiga, tenho um medo de cabelo branco! Aqui em casa é uma incógnita, porque a família do meu pai adquire cabelo branco muito, muito cedo! E a da minha mãe, muito, muito tarde. Meu avô tem 90 anos e podemos contar seus fios de cabelos brancos! Tomara que tenha tido um cadiquim de sorte nessa loteria genética, mas não sei não, porque geralmente eu puxo tudo da família do papai. Acompanhemos!
    Beijos!! Te amo!!

    ResponderExcluir
  2. Ta ficando véia sim, mas acredito que os fios brancos não fazem parte do stress.
    eu, por exemplo, sou a rainha do stress e da "pintação" de cabelo. Não tenho nenhum branco! \o/

    To mais véia que tu, já são 25 primas veras.

    ResponderExcluir
  3. Onde já se viu plâncton velhinho? Acho que você está imune a isso. E que dó me deu de imaginar você estressada. Não desejo estresse pra ninguém porque sofro muito com ele. No fim de semana mesmo fiquei tão louca que arranquei os cabelos. Olha o nível da pessoa.
    Antes cabelo branco do que careca.
    Beijo! <3

    ResponderExcluir
  4. Ainda não tenho (muitos) fios brancos, mas pretendo ir me enganando atéééé o momento que não der mais. Porque ficar refém dessas tinturas deve ser um saco, né?

    ResponderExcluir
  5. Na verdade, você ainda pode pedir pra cortarem os fios brancos (era isso o que fazia com a minha mãe, até ela pedir pra eu não cortar mais e assumir a velhice...in fact, era eu quem pedia pra cortar porque sempre adorei cabelo dela pretinho pretinho ^^). É bom mesmo manter seus cabelos longe de química. evite o quanto puder.
    >>Emilie Escreve

    ResponderExcluir
  6. Eu também dava risada disso... ahhh como a gente era inocente rs...
    acho que vou escrever um post sobre isso...
    eu também não pinto o cabelo, adoro a cor do meu... mas os brancos são brasileiros demais rs...
    e hoje 3 anos depois da primeira descoberta... eles são quase uma nação... por sorte eles estão mais por baixo, então, ainda to fugindo da tinta... mas prender o cabelo, colocar uma tiara... jamais, pq estão ali.. parecem até uma torcida organizada :(

    :*

    ResponderExcluir
  7. Ah, minha mãe começou a ter cabelos brancos desde os 14... ela perdeu os pais e dois irmãos... todos num período de 9 meses :( incrível como essas coisas podem influenciar em tantos aspectos :(

    :*

    ResponderExcluir