quinta-feira, 4 de abril de 2013

I'm a mess.

Minha mãe tem como bordão de vida [no qual vive me falando] o "tu nunca acha nada", e por mais que doa meu orgulho, é verdade, não acho mesmo.
Posso EU ter guardado, e posso ter guardado há 5 minutos, que eu não vou achar. As pessoas dizem que eu esqueço, mas prefiro acreditar que os objetos somem, fogem, se teletransportam para uma outra dimensão onde lá ficam rindo da minha cara.
Por que eu to contando isso?
Porque hoje eu estava me arrumando para sair. Quis vestir uma tal blusa. Cadê a blusa?

Quando eu noto a ausência de alguma coisa que eu quero muito, geralmente segue-se um roteiro que é sempre o mesmo:

1 - Eu procuro no lugar mais óbvio que poderia estar [e quase sempre é o lugar que eu ACHEI ter visto]

2 - Não acho.

image

3 - Procuro de novo, no mesmo lugar, mas dessa vez mais atentamente.

image

4 - Não acho.

image

5 - Começa a me dar um desespero, reviro tudo, jogo no chão, faço uma bagunça homérica.

image

  
6 - Não acho.

image

7 - Ofegante, suada, acabada, desisto e peço ajuda aos universitários a minha mãe.

image

Depois que ela acha, ri bastante da minha cara, eu juro pra mim mesma que vou passar a observar mais de onde eu coloco as coisas. Isso acontece? Não.
Mas, contanto que eu tenha mamãe do meu lado por toda minha vida, estou salva.

[todos os gifs foram retirados do tumblr Como Eu Me Sinto Quando]

11 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHHA ai gente, é o caso clássico. Eu era assim também, até que fui morar "sozinha" e não tinha mãe pra me virar, tem coisas que eu tenho certeza que pus na mala quando voltei de Dublin e até hoje não sei onde tá XDD

    beijos Gab!

    ResponderExcluir
  2. Hahaha sei como é quando nossos objetos se teletransportam :D
    o que seriam das "esquecidas" sem as mamães?
    é nóis, bjssss

    ResponderExcluir
  3. Ah, mas você esqueceu de contar a melhor parte. Em 85,6% dos casos, as nossas mães encontram as coisas naquele lugar onde a gente procurou primeiro, e depois novamente, bem atentamente. Eu acho que elas têm um pacto com os duendes que escondem as coisas. A gente procura, procura, procura, e depois que desiste, eles devolvem a coisa lá, só para as nossas mães terem o prazer de achar. Aposto.
    <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim, esqueci mesmo! Quando eu era criança, tinha absoluta certeza que os Duendes tinham algo a ver com isso. Aí eu trocava com eles: se eles me devolvessem o que eu tava procurando, eu dava algo em troca. HAHAHAHA
      <3

      Excluir
  4. Comigo é a mesma coisa, quando digo que não to achando alguma coisa minha mãe já fala: "Quer ver que eu vou procurar e vou achar." u.u
    huahauahuha

    Morri com as gif's. Muito bom!
    :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As mães não são desse mundo, eu tenho certeza!

      Excluir
  5. Hahah É complicado! Eu costumo esquecer, mas só as coisas que não uso com frequência. O que sempre uso eu sei onde está e COMO está (acho que desenvolvi isso depois que comecei a morar com outras pessoas em república).
    Mas não prie cânico, sua mãe te ajudará! haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Mães estão sempre lá para ajudar e salvar, e eu perdendo tempo em brigas absurdas com a minha...

    Obrigada, Gab.

    ResponderExcluir
  7. Olha, eu simplesmente acho que isso é bruxaria de mãe! Certeza! kkkkk

    ResponderExcluir
  8. oi gabi, tudo bom?
    hahahaha! adorei o post... eu não tenho esse problema, porque eu geralmente sou bastante organizada quando se diz a respeito das minhas coisas. na maior parte das vezes eu penso em algo que quero e vou no lugar que vou encontrar direto! e sempre está lá... essa a vantagem de sempre colocar as coisas no mesmo lugar. mas, mas, mas... existem alguns casos em que as coisas se teletransportam mesmo! já aconteceu comigo também... e daí só reza braba pra salvar mesmo! xP
    beijo, beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oi, obrigada por ter visitado meu blog! gostei muito do seu comentário (:
    a respeito do seu post, isso de fato acontece comigo. mas, com uma pequena diferença: minha mãe sempre acha as coisas no primeiro lugar que eu procurei e não tinha achado, ou seja, bruxaria dela. OOOU existem duendes que gostam de nos ver sofrer.
    hahaha

    adorei o poste, continue assim.

    beijo, beijo!

    ResponderExcluir