sábado, 9 de março de 2013

Respeito é bom e ta faltando.

O que mais tem me deixado triste nos últimos dias é a falta de respeito. Algo que deveria ser tão básico, tão primordial nas nossas vidas está passando batido por muitos.
Não sei vocês, mas eu aprendi direitinho, quando criança, que a gente precisa respeitar o próximo.
Podemos não concordar com as atitudes, com o que a outra pessoa fala ou faz, mas ainda assim precisamos respeitar.

"Ai como assim, Gabriela?"

Por exemplo [um exemplo bem bestinha mesmo]: Eu gosto de azul. Tu gosta de amarelo. Eu não sei porque diabos tu gosta de amarelo, já que eu detesto e não entendo como tu gosta tanto dessa cor, PORÉM não fico criticando e tentando fazer com o que tu não goste mais dessa cor e goste mais de azul. Isso é respeito.

Outro exemplo: Eu gosto de rock. Tu gosta de samba. Vou eu ficar criticando e falando mal do que tu gosta, simplesmente porque EU não curto? NÃO! Isso é falta de respeito! 

Parece óbvio, né? Mas pelo jeito não é, porque o que eu vejo de falta de respeito por aí não é brincadeira. 
E essas pessoas que faltam com o respeito se justificam dizendo que "ei, eu só digo o que eu penso, sou sincero". OPA, pera. Tudo tem limite. Tu pode ser sincera e dizer o que pensa SEM QUE isso ofenda alguém. Tu pode ter a tua opinião e defender com unhas e dentes, mas os outros também têm esse direito.

Parece óbvio, mas não é. Não está sendo. Tá errado. Tem muita coisa errada. Ta faltando tanta coisa nas pessoas que fico chocada, mas mais ainda, triste.


"Posso não concordar com nenhuma palavra que dizes, 
mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-las." Voltaire

E respeitarei.

8 comentários:

  1. Apoiado. Ou então o tipo de pessoa que tenta a todo custo fazer com que tu mude de opinião ou gosto ou o que for. Acho que tem que pensar bem antes de sair falando o que pensa. Falta se dar conta das coisas, estar mais atento, mais ligado, talvez se importar um pouco mais! :)

    <3

    ResponderExcluir
  2. Arrasou, amiga! Isso tem me dado dos nervos também. Muita gente se OFENDE horrores por você não gostar ou acreditar nas mesmas coisas que elas e isso me deixa possessa. Infelizmente a única solução foi me afastar desse tipo de gente. Preguiça de intolerância, eu tenho.

    Beijo, flor!

    ResponderExcluir
  3. Concordo demais, Iralinha, não adicionaria uma linha. Nesse aspecto, me irrito demais também com quem acha que você é uma má pessoa porque desgosta de X ou Y, ou porque gosta, sei lá. Fiquei lembrando da menina que me chamou de AMARGURADA porque eu disse que não era fã da Jennifer Lawrence. Como assm?!!

    O que seria do amarelo se todos gostássemos de azul, né?
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Concordo totalmente. Cada um tem o direito de gostar do que quiser, e os outros têm o direito de achar esse gosto absurdo o quanto quiserem. Ouso até dizer que as pessoas tem até o direito de terem os próprios preconceitos (sejam eles quais foram) da boa para dentro, desde que RESPEITEM. E isso está faltando, e muito. Cada um tem o direito de ser feliz do seu jeito.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Ai, Gabi, essa ideia das pessoas de confundir sinceridade com poder sair falando tudo o que der na telha sem pensar no outro é uma palhaçada mesmo!
    Como diria a minha avó, respeito é bom, todo mundo gosta, e conserva os dentes! HAHAHA
    Linda! <3

    ResponderExcluir
  6. Respeito cabe em todo lugar!

    jj-jovemjornalista.com

    ResponderExcluir