segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Quase igual.


As pessoas querem tanto ser diferente uma das outras. Essa constante luta para ver quem é mais único.

Mas será que ninguém percebe que por mais que a gente tente ser diferente, no fundo somos pateticamente iguais?
Nem nos sentimento, amigos, nem nos sentimentos somos diferentes. Todo mundo já sentiu ódio de alguma coisa, todo mundo já amou alguém de maneira incondicional, aliás, podem ter amado a mesma pessoa, observem a ironia.
Teus medos, meu bem, são compartilhados por talvez milhões de pessoas. Tuas séries favoritas também são de outras pessoas, assim como teu filme e livro.

Eu não estou falando de originalidade, percebam. Apenas é muito cansativo assistir essa luta perdida que as pessoas insistem em travar com elas mesmas. No fundo, e no raso, somos todos pateticamente iguais.

                                           
porém, é quase igual

8 comentários:

  1. me lembra um pouco o raul seixas dizendo "as pedras que choram sozinhas no mesmo lugar". felizmente, não somos pedras. mas a igualdade em tudo meio que nos transforma nelas.

    ResponderExcluir
  2. SUPER concordo com você, Iralinha. Inclusive vou mais longe: acho lindo mesmo é quando encontro alguém parecido comigo. É tão bonito a gente se enxergar em outra pessoa e vê que dentro de nós existe algo bom - ou ruim, né, quando achamos como semelhança um defeito. E outra: ninguém precisa se esforçar pra ter algo de diferente, porque naturalmente já temos.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. O bom disso tudo é que, apesar de sermos "quase iguais", ainda preservamos aquela coisinha mínima que nos diferencia uns dos outros, e isso pode ser qualquer coisa! Acho fascinante! Beijinhos, Iralinha!

    ResponderExcluir
  4. O ser humano é cheio de picuinhas e chorinhos, mas acha que tudo só acontece com ele, o universo é mto grande para acontecer algo só com vc e sermos tão diferentes né Iralinha? Beijos

    ResponderExcluir
  5. Somos iguais, mas o fato de cada um ter suas peculiaridades torna a vida ainda mais rica. Beijo, Iralinha <3

    ResponderExcluir
  6. Eu queria ter escrito esse post, juro! Exatamente da mesma forma que eu penso...ai, mundo cruel. :\

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Posso dar um (2) no comentário da Deyse?
    Beijo!

    ResponderExcluir