quinta-feira, 28 de junho de 2012

Bola de cristal.


Estou sempre pensando no meu futuro. Constantemente. Quase não vivo o presente porque estou sempre mais a frente.
Antes, anos atrás, quando eu pensava no futuro não conseguia enxergar imagens muito claras. Era tudo meio confuso, escuro, sem direção.
Faz pouco tempo que isso mudou. Mais precisamente em 2010 quando minha vida mudou de rumo, de jeito, de tudo.
Foi nesse ano que eu conheci o amor da minha vida. Eu sei, é muito estranho hoje em dia ler isso e acreditar que é real. Mas é. É o sentimento mais verdadeiro da minha vida, o amor, e por ele eu me entrego. Por isso não tenho medo de dizer que mesmo tão nova de idade já encontrei o amor do resto dos meus dias.
Também nesse ano aconteceram algumas coisas na minha família que só serviram para provar, entre outras coisas, que do futuro só Deus sabe e não podemos ficar tentando adivinhar o que vai acontecer.
Essa lição eu ainda não aprendi.
Com base nesse ano fora do normal, que comecei de fato a planejar minha vida e tentar, mesmo sem querer, adivinhar o que vai ser dela daqui para frente.
Tá bom, não tem como saber, mas podemos imaginar, não é?
Pois eu imagino minha vida de um jeito totalmente realizável, por isso acredito que vai realmente acontecer.
Por exemplo, tenho certeza de que vou me formar e ser professora, coisa que eu quero desde criança. Estar no caminho certo já me dá segurança e mais força de vontade para tornar isso real.
Sabe o amor da minha vida? Vou casar com ele! Ainda não tenho certeza sobre filhos, isso eu vou deixar para Deus mesmo. Seja o que Ele quiser...
Quero morar um tempo no exterior, para uma fazer uma pós-graduação e também para ter certeza de que o Brasil é o meu lugar de fato.
Tendo uma carreira boa, quero dinheiro. É hipócrita quem fala que dinheiro não é importante ou não traz felicidade. Pois para mim é importante e traz felicidade sim, já que 99% dos meus problemas tem como causa dinheiro, ou melhor, a falta dele.
Tendo dinheiro, quero dar uma vida mais tranquila para meus pais. Acredito que até lá eles estarão bem de vida por conta própria, mas é sempre bom querer dar uma ajudinha para aqueles que te botaram no mundo. 
Sonhando um pouco mais alto, quero ser escritora. Aliás, vou reformular: VOU ser escritora. Não custa nada ser otimista, para variar.
Quero que gostem de mim por algo que eu escrevi. Quero que as pessoas se identifiquem como se fossem elas os personagens do meu livro.
Quem sabe desse texto mesmo não nasça algo grande?
Acima de tudo, quero é ser feliz. Com saúde que é o que importa.
O resto a gente corre atrás.


3 comentários:

  1. Eu também estou sempre fazendo planos, Gab. Queria eu conseguir viver só no presente, mas minha cabeça voa sem me pedir permissão.

    Seus planos são lindos, tomara que se realizem. Mas, independentemente disso, espero que você seja feliz.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ish esse negócio de pensar muito no futuro é coisa de aquariana rs. Me identifiquei muito com o seu texto, principalmente na parte do dinheiro e de ser escritora. Mesmo as pessoas criando mil obstáculos é isso que eu quero fazer e sei que vou conseguir.
    Sucesso pra nós!
    Beijos, Cat.
    http://blogdoceilusao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amiga, ermã.... tu já escreve muito bem e tu sabe, e se serve de consolo eu já gosto de ti tb pelo que tu escreve! E tenho certeza absoluta que tudo isso vai se realizar, e eu vou estar aqui tb pra participar! =D E sobre a parte de dar uma vida melhor pra nossos pais, eu te apoio e te ajudarei! Nós aquarianas sonhadoras unidas chegaremos lá! \o/\o/

    ResponderExcluir